Espiritas - Mensagens, Mensagens, Pensamentos/Frases

O Vestido Azul

vestidoazul

 

Num bairro pobre de uma cidade distante, morava uma garotinha muito bonita. Ela freqüentava a escola local. Sua mãe não tinha muito cuidado e a criança quase sempre se apresentava suja. Suas roupas eram muito velhas e maltratadas.
O professor ficou penalizado com a situação da menina. “Como é que uma menina tão bonita, pode vir para a escola tão mal arrumada?”.

Separou algum dinheiro do seu salário e, embora com dificuldade, resolveu lhe comprar um vestido novo. Ela ficou linda no vestido azul. Quando a mãe viu a filha naquele lindo vestido azul, sentiu que era lamentável que sua filha, vestindo aquele traje novo, fosse tão suja para a escola. Por isso, passou a lhe dar banho todos os dias, pentear seus cabelos, cortar suas unhas…
Quando acabou a semana, o pai falou:

– “Mulher, você não acha uma vergonha que nossa filha, sendo tão bonita e bem arrumada, more em um lugar como este, caindo aos pedaços? Que tal você ajeitar a casa? Nas horas vagas, eu vou dar uma pintura nas paredes, consertar a cerca plantar um jardim.”

Logo mais, a casa se destacava na pequena vila pela beleza das flores que enchiam o jardim, e o cuidado em todos os detalhes. Os vizinhos ficaram envergonhados por morar em barracos feios e resolveram também arrumar as suas casas, plantar flores, usar pintura e criatividade. Em pouco tempo, o bairro todo estava transformado.

Um homem, que acompanhava os esforços e as lutas daquela gente, pensou que eles bem mereciam um auxílio das autoridades. Foi ao prefeito expor suas idéias e saiu de lá com autorização para formar uma comissão para estudar os melhoramentos que seriam necessários ao bairro. A rua, de barro e lama, foi substituída por asfalto e calçadas de pedra. Os esgotos a céu aberto foram canalizados e o bairro ganhou ares de cidadania.

E tudo começou com um vestido azul…

Não era intenção daquele professor consertar toda a rua, nem criar um organismo que socorresse o bairro. Ele fez o que podia, deu a sua parte. Fez o primeiro movimento que acabou fazendo que outras pessoas se motivassem a lutar por melhorias. Será que cada um de nós está fazendo a sua parte no lugar em que vive? Por acaso somos daqueles que somente apontamos os buracos da rua, as crianças à solta sem escola e violência do trânsito? Lembremos que é difícil mudar o estado total das coisas. Que é difícil limpar toda a rua, mas é fácil varrer a nossa calçada. É difícil reconstruir um planeta, mas é possível dar um vestido azul.

Há moedas de amor que valem mais do que os tesouros bancários, quando endereçadas no momento próprio e com bondade. Você acaba de receber um lindo vestido azul. Faça a sua parte.

A atitude das pessoas, faz a diferença. Pense nisso.

Mensagens, Pensamentos/Frases

Resgate e Cuide da Sua Criança Interior

sercrianca4

 

Fazer as pazes com o passado deixa a vida alegre e menos angustiante

Todos nós carregamos em nosso íntimo a criança que fomos. Esse pequeno que vive dentro de nós participa de muitas decisões e ações da nossa vida. O problema é que muitas vezes essa criança carrega uma ferida não cicatrizada. Por isso, algumas ações influenciadas pela criança interior podem significar reações à dor que um machucado ainda causa.

Por exemplo, uma criança pode passar por muitos abusos, e quando falamos disso geralmente pensamos logo em abusos sexuais. Porém, estes são somente a ponta do iceberg. Os abusos podem ser físicos, como surras e castigos corporais, ou morais, como frases repetidas que vão ferindo e moldando a criança, do tipo: “você não aprende nada”, “você não presta”, “você é mentiroso”, “você é preguiçoso”, e tantas outras que provavelmente todos já ouvimos.

Nem sempre essas frases vão ferir de forma permanente o pequeno, mas, dependendo de quem as diz, uma única vez pode ser o suficiente para abrir um buraco no narcisismo dessa pessoa que está ainda se formando.

Importante é lembrar da criança que se foi um dia,pura,perfeita,que um dia, antes de todas as decepções e palavras duras,se aceitava como era,sem se preocupar com a cor da pele, com o cabelo, com as gordurinhas; que era feliz, simplesmente pelo dom da vida.

“Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como criança, de modo algum entrareis no reino dos céus”.
Texto Básico: Mateus 18. 3.

Lembro que no jardim de infância alguns colegas faziam rimas do meu nome com o nome e o símbolo de um supermercado que não existe mais: “Marcelo Guerra, baleia do Mar e Terra”. A imagem que eu tinha de mim era de alguém gordo. Hoje olho para as fotos e vejo que eu era magro naquela época, mas tinha certeza de que eu era gordo.

 

PALAVRAS PODEM CONSTRUIR OU DESTRUIR

A pessoa cresce e sua criança interior vai junto com ela, influenciando a visão que tem de si mesma e do mundo, assim como seus atos. Assim, alguém que quando criança, foi repetidamente chamado de preguiçoso, pode tornar-se um workaholic, numa clara forma de compensação. É como se a criança estivesse gritando “eu não sou preguiçoso. De fato eu trabalho demais, até mais do que quem me considera preguiçoso!”. Só que ninguém vai ouvir esse clamor e ela não sairá dessa roda-viva, sempre trabalhando mais e mais.

A criança é dependente por natureza. E não ter com quem contar para suprir suas necessidades (friso essa palavra, para não confundir com caprichos, como muitos adultos interpretam as necessidades das crianças) também leva a feridas emocionais profundas e difíceis de cicatrizar. As necessidades de carinho, proteção e alimento são as mais básicas, mas há outras mais sutis, como a necessidade de fantasiar, brincar, estar com outras crianças, aprender e ter limites definidos que não sejam muito rígidos.

Todos passamos por dificuldades maiores ou menores nas nossas vidas, como problemas financeiros, de relacionamento ou de saúde. O modo como essas dificuldades são transmitidas às crianças determina como ela vai digerir a situação. Afinal, todos nós, adultos e crianças, interpretamos aquilo que percebemos. Uma separação dos pais, por exemplo, pode ser vivenciada pela criança de diferentes maneiras, dependendo de como a notícia é passada. A criança pode ser exposta à realidade nua e crua da situação, e ainda não ter condições psíquicas para entender plenamente o alcance dos fatos, o que poderia levá-la a uma interpretação muito distorcida dos fatos, até mesmo sentindo-se culpada por eles. Ou pode ser enganada com histórias fantasiosas que mais expõem a insegurança do adulto do que a necessidade de proteção da criança.

A melhor abordagem para contar algo difícil a uma criança é a verdade, mas com exemplos baseados em um contexto que ela possa entender.A melhor abordagem para contar algo difícil a uma criança é a verdade, mas com exemplos baseados em um contexto que ela possa entender.

E, sempre que possível, assegurá-la que a sua proteção será mantida por um adulto que a ama.

É preciso lembrar que a criança está em formação, não só física, mas também psíquica e emocional. A forma como ela vivencia o mundo influenciará na sua vida adulta. É a criança interior que sempre estará presente na visão de mundo de cada adulto, nas suas tomadas de decisão. É preciso que essa criança interior seja resgatada e cuidada, para que o adulto não precise ter reações próprias de uma criança ferida, como pirraças, lamúrias e provocações fúteis.

Uma criança interior bem cuidada permite que cada adulto tome decisões em sua vida com a dose certa de razão e emoção que, quando bem temperadas, formam o caminho para uma vida mais alegre e menos angustiante.

 

Marcelo Guerra

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...