• O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Everest ou fizessem grandes sacrifícios. Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros.
    Chico Xavier

  • Rádio Anjo de Luz

  • vende4.com

    vende4
  • Visite Xepa Xopi

    Visite Xepa Xopi
  • Últimos Posts

  • Categorias

  • Pense …

    Pense …

    "Toda vez que as circunstâncias te induzam a ouvir as verdades do Evangelho, não penses que o acaso esteja presidindo a semelhantes eventos. Forças divinas estarão agindo a fim de que te informes quanto ao teu próprio caminho."

    Chico Xavier

  • Visite

    Visite
  • Passe Virtual

    Passe Virtual
  • Gostou ??? Então curta !!!

    Gostou ??? Então curta !!!
  • Tags

    abandono adoção amigo amor Animais arte Bom dia casamento chico xavier Coala criança crianças cão desenho espiritismo estudo espirita frases Fábio Coala Cavalcanti historias historia santos Jesus Marido Meimei mensagem mensagens mentirinhas mentirinhas.com Monstro música natal oração orações orixás pensamentos pense Piadex plantas prece preces Santa Luzia suculentas superação tirinhas Umbanda Agora FU – videos (9)
    Ajuda (5)
    Animações – Desenhos – Vídeos (27)
    Animais Amados – Historias (242)
    Anjos (13)
    Arte (127)
    Arte/ Design – Videos (15)
    Artesanato (66)
    Artesanato – videos (3)
    Bom dia / Boa noite (132)
    Brasil Pátria do Evangelho (2)
    Campanhas (12)
    Cantinho Mistico (174)
    Cantinhos Encantadores (8)
    Coisas de Meninas (54)
    Coisas de Meninos. (31)
    Costura (11)
    Cultura (222)
    Cuti-cuti (19)
    Cuti-cuti Video (32)
    Decoração (8)
    Decoupagem (1)
    Desenhos/ Tirinhas (29)
    Design (112)
    Dicas dia a dia (2)
    Dicas e informações (2)
    Dicas Viagem (4)
    Diversão na web (6)
    Doces (42)
    Downloads (3)
    Erros Errados (12)
    Ervas (5)
    Espiritas – Mensagens (86)
    Esportes (7)
    Estudo do Espiritismo (32)
    Estudo dos Animais (7)
    Eu vi na net (232)
    Evangelho Segundo o Espiritismo (2)
    Filme – Vídeos (14)
    Filmes (79)
    Fotos (132)
    Fotos Antigas (2)
    Fotos engraçadas (21)
    Gifs (16)
    História (165)
    Histórias video (75)
    Idéias a Fazer (10)
    Ilusão de Ótica (3)
    Informações Importantes. (99)
    Inspirações (25)
    Interessantes (3)
    Jardins (9)
    Jogos (11)
    Links (7)
    Livros (29)
    Lugares (113)
    Mensagens (915)
    Mensagens Video (99)
    Musicas (80)
    Musicas – vídeos (18)
    Natureza é bela (138)
    Notícias (171)
    Papel (21)
    Passa tempo (14)
    Pensamentos/Frases (159)
    Pessoas que fazem história (24)
    Photoshop (6)
    Piadas Videos (26)
    Piadex (378)
    Plantas (9)
    Poemas (54)
    PPS (3)
    Preces (121)
    Preces Catolicas (18)
    Preces Espiritas (16)
    Quem me visita ? (17)
    Receitas (67)
    Reciclagem (23)
    Religiosas – Mensagens (278)
    Salgadas (19)
    Saudades (31)
    Sem categoria (12)
    Sem Explicação (25)
    Sobre o vende4 (2)
    Tecnologia (92)
    Videos (741)
    Wallpaper (1)

    WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck requires Flash Player 9 or better.

  • Purifique-se

    fontevende4
  • Pense nisso …

    "Chegará o dia em que os homens conhecerão o íntimo dos animais, e nesse dia um crime contra um animal será considerado um crime contra a humanidade." Leonardo da Vinci
  • Amigos

    Amigos
  • Globo

  • Acenda uma vela virtual

    Acenda uma vela
  • Reflexões – Chico Xavier

    "Para obter algo que você nunca teve, precisa fazer algo que nunca fez"

    "Tudo é amor. Até o ódio, o qual julgas ser a antítese do amor, nada mais é senão o próprio amor que adoeceu gravemente"

    "Quem diz que a vida só trás desilusão, é porque nunca fez nada a não ser se iludir"

    "Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente"

    "Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocamos nela, corre por nossa conta."

    "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."

    "A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!"

  • ''Não destrua seus valores comparando-se com outras pessoas. É por sermos diferentes uns dos outros que cada um de nós é especial.''

  • Bons ventos tragam o que é bom e leve o que é de ruim…

    incense
  • Lista de links que visito

  • Mentirinhas

    Mentirinhas
  • Willtirando

    Willtirando
  • SonicDad

    SonicDad
  • Armandinho

    Armandinho
  • Mulher de 30

    Mulher de 30
  • Meta

Archive for the ‘Cantinho Mistico’ Category

janeiro 3rd, 2016

A Importância do Rosário

rosario

 

Porque devemos guardar o rosário debaixo do travesseiro, ainda que seja dos pequenos?
Desde que tomei esse costume, os problemas se solucionaram mais facilmente, e é um bom método para os que têm insônia, verão que amanhecem com o rosário nas mãos e tiveram um bom descanso!
As ações tem mais força quando se sabe sua origem.
Uma formosa história…
Eu sempre me perguntava: a quem se ocorreu repetir as Ave Marias tantas vezes? Que sentido tem? Etc.
Agora se compreende que a cada vez que o rezem, cada Ave Maria é uma preciosa rosa para a Virgem. Estou seguro de que todos conhecemos esta bela oração que é o Santo Rosário.
Uma lenda conta que um Irmão Leigo (que não era sacerdote) da Ordem dos Dominicanos, não sabia ler nem escrever, por isso não podia ler os Salmos, como era o costume nos conventos da época. Então, quando terminava seus trabalhos pela noite (ele era o porteiro, o varredor, o hortelão, etc.) ia à capela do convento, ficava frente à imagem da Virgem Maria, e recitava 150 Ave Marias (o número dos salmos), logo se retirava a sua cela para dormir. Pela manhã, de madrugada, se levantava antes de todos os seus irmãos e se dirigia à capela para repetir seu costume de saldar à Virgem.
O Irmão Superior notava que todos os dias, quando chegava à capela para celebrar as orações da manhã com todos os monges, havia um delicioso odor de rosas recém cortadas e lhe deu curiosidade, pelo que perguntou a todos quem se encarregava de adornar o altar da Virgem tão belamente, ao que a resposta foi que ninguém o fazia, e não se notavam flores faltando nos roseirais do jardim.
O Irmão leigo adoeceu com gravidade; os demais monges notaram que o altar da Virgem não tinha as rosas de costume, e deduziam que era o Irmão quem punha as rosas.
Mas como? Ninguém lhe havia visto jamais sair do convento, nem tão pouco sabiam que comprara as belas rosas. Uma manhã estranharam que ele se havia levantado, porém não o encontravam em nenhuma parte. Ao fim, se reuniram na capela, e cada monge que entrava se assombrava, pois o irmão leigo estava ajoelhado frente à imagem da Virgem, recitando extasiado suas ave Marias, e a cada uma que dirigia à Senhora, uma rosa aparecia nas floreiras. Assim ao terminar suas 150 saudações, caiu morto aos pés da Virgem.
Com o correr dos anos, Santo Domingo de Gusmão, (se diz que por revelação da Santíssima Virgem) dividiu as 150 ave Marias em três grupos de 50, e os associou à meditação da Bíblia: os Mistérios Gozosos, os Mistérios Dolorosos e os Mistérios Gloriosos, aos quais o Santo Papa João Paulo II adicionou os Mistérios Luminosos.
PEGUEM SEU ROSÁRIO TODOS OS DIAS – Quando portas teu Rosário, é uma dor de cabeça para Satanás
- Quando usas teu Rosário, Satanás colapsa
- Quando ele te vê rezando o Rosário, se desvanece.
- Vamos rezar o Rosário cada vez, de maneira a mantê-lo desvanecido.
- Tu sabias que quando pensares em reenviar esta mensagem, Satanás vai tentar desanimar-te?
Reenviando esta mensagem, colaboras para acelerar o triunfo da Virgem Maria!
Envia a teus amigos e companheiros de oração e comprova logo como trabalha o Espírito Santo.
A Paz do Senhor esteja sempre CONTIGO!

 

Terço

julho 24th, 2015

Santa Cristina – 24 de Julho

Santa_Cristina

 

A arqueologia não serve apenas para descobrir os dinossauros enterrados pelo mundo. Ela também pode confirmar a existência dos santos mártires que marcaram sua trajetória na história pela fé em Deus. Foi o que aconteceu com Santa Cristina, que teve sua tradição comprovada somente no século XIX, com as descobertas científicas desses pesquisadores.

Segundo os mosaicos descobertos na Igreja de Santo Apolinário, em Ravena, construída no século VI, Cristina era realmente uma das virgens cristãs mártires das antigas perseguições. E portanto, já naquele século, venerada como santa, como se pôde observar pela descoberta de sua sepultura, que também possibilitou o aparecimento de um cemitério subterrâneo, que estava oculto ao lado.

A arte também compareceu para corroborar seu testemunho através dos tempos. O martírio da jovem virgem Cristina foi representado pelas mãos de famosos pintores, como João Della Robbias, Lucas Signorelli, Paulo Veronese e Lucas Cranach, entre outros. Além dos textos escritos em latim e grego que relatam seu suplício e morte, que só discordam quanto à cidade de sua origem.

Cristina foi torturada terrivelmente e depois lançada numa cela, onde três anjos celestes limparam e curaram as suas feridas. Como solução final, o governante pagão mandou que lhe amarrassem uma pedra ao pescoço e a jogassem num lago. Novamente anjos intervieram: sustentaram a pedra que ficou boiando na superfície da água e levaram a jovem até a margem do lago.

As torturas continuaram: Cristina foi novamente flagelada, depois amarrada a uma grade de ferro quente e colocada numa fornalha superaquecida, mordida por cobras venenosas e teve os seios cortados, antes de finalmente ser morta com duas lanças transpassando seu corpo.

Os registros gregos mostram como sua terra natal Tiro, enquanto os latinos citam Bolsena, na Toscana, Itália. Esses relatos do antigo povo cristão contam que o pai de Cristina, Urbano, era pagão e um oficial do Império Romano, que, ao saber da conversão da filha e obrigá-la a renunciar ao cristianismo, trancou-a numa torre na companhia de 12 servas pagãs. Para mostrar que não abdicava da fé em Cristo, Cristina despedaçou as estátuas dos deuses pagãos existentes na torre e jogou, janela abaixo, as joias que as adornavam, para que os pobres pudessem pegá-las. Quando tomou conhecimento do feito, Urbano mandou chicoteá-la e prendê-la num cárcere. Nem assim conseguiu a rendição da filha, por isso a entregou aos juízes.

Cristina foi torturada terrivelmente e depois jogada numa cela, onde três anjos celestes limparam e curaram suas feridas. Como solução final, o governante pagão mandou que lhe amarrassem uma pedra ao pescoço e a jogassem num lago. Novamente, anjos intervieram: sustentaram a pedra, que ficou boiando na superfície da água, e levaram a jovem até a margem do lago.

As torturas continuaram, mesmo depois de seu pai ser castigado por Deus e morrer de forma terrível. Cristina ainda foi novamente flagelada, depois amarrada a uma grade de ferro quente e colocada numa fornalha superaquecida, mordida por cobras venenosas e teve os seios cortados, antes de ser morta com duas lanças transpassando seu corpo virgem. Assim o seu martírio foi divulgado pelo povo cristão desde o ano 287.

julho 11th, 2015

São Bento de Nórcia – 11 de Julho

saobento2

 

São Bento de Núrsia, nascido Benedito da Nórcia (em italiano: Benedetto de Norcia; em latim: Benedictus; Nórcia, Reino Ostrogótico, c. 480 — Abadia do Monte Cassino, c. 547) foi um monge, fundador da Ordem dos Beneditinos, uma das maiores ordens monásticas do mundo. Foi o criador da Regra de São Bento, um dos mais importantes e utilizados regulamentos de vida monástica, inspiração de muitas outras comunidades religiosas. Era irmão gêmeo de Santa Escolástica. Foi designado patrono da Europa pelo Papa Paulo VI em 1964 , sendo também patrono da Alemanha. É venerado não apenas por católicos, como também por ortodoxos. Foi o fundador da Abadia do Monte Cassino, na Itália,destruída durante a Segunda Guerra Mundial e posteriormente restaurada. É comemorado no calendário católico a 11 de Julho, data em que suas relíquias foram trasladadas para a Abadia de Saint-Benoît-sur-Loire.

A fonte de todos os acontecimentos da vida de São Bento são os Diálogos de São Gregório Magno, redigidos por volta de 593, que se baseou em fatos narrados por monges que conheceram pessoalmente São Bento.

Segundo São Gregório, São Bento foi filho de um nobre romano, tendo realizado os primeiros estudos na região de Núrsia (próximo à cidade italiana de Espoleto). Mais tarde, foi enviado a Roma para estudar retórica e filosofia, mas, tendo se decepcionado com a decadência moral da cidade, abandona logo a capital e se retira para Enfide (atual Affile),no ano 500. Ajudado por um abade da região chamado Romano, instalou-se em uma gruta de difícil acesso, a fim de viver como eremita. Depois de três anos nesse lugar, dedicando-se à oração e ao sacrifício, foi descoberto por alguns pastores, que divulgaram a fama de santidade. A partir de então, foi visitado constantemente por pessoas que buscavam conselhos e direção espiritual.3

É então eleito abade de um mosteiro em Vicovaro, no norte da Itália. Por causa do regime de vida exigente, os monges tentaram envenená-lo, mas, no momento em que dava a bênção sobre o alimento,saiu da taça que continha o vinho envenenado uma serpente e o cálice se fez em pedaços. Com isso, São Bento resolve deixar a comunidade e retornando à vida solitária, vivendo consigo mesmo: habitare secum.

Em 503 recebe grande quantidade de discípulos e funda doze pequenos mosteiros. Em 529, por causa da inveja do sacerdote Florêncio, tem de se mudar para Monte Cassino, onde funda o mosteiro que viria a ser o fundamento da expansão da Ordem Beneditina. É nesse episódio que Florêncio lhe envia de presente um pão envenenado, mas Bento dá o pão a um corvo que todos os dias vinha comer de suas mãos e ordena à ave que o leve para longe, onde não pudesse ser encontrado. Durante a saída de Bento para Monte Cassino, Florêncio, sentindo-se vitorioso, saiu ao terraço de sua casa para ver a partida do monge. Entretanto, o terraço ruiu e Florêncio morreu. Um dos discípulos de Bento, Mauro, foi pedir ao mestre que retornasse, pois o inimigo havia morrido, mas Bento chorou pela morte de seu inimigo e também pela alegria de seu discípulo, a quem impôs uma penitência por regozijar-se pela morte do sacerdote.

 

St-Benedict

 

Em 534 começa a escrever a Regula Monasteriorum (Regra dos Mosteiros). Morre em 21 de março de 547, tendo antes anunciado a alguns monges que iria morrer e seis dias antes mandado abrir sua sepultura. Sua irmã gêmea Escolástica havia falecido em 10 de fevereiro do mesmo ano.

As representações de São Bento geralmente mostram, junto com o santo, o livro da Regra, um cálice quebrado e um corvo com um pão na boca, em memória ao pão envenenado que recebeu do sacerdote invejoso.

As relíquias de São Bento estão conservadas na cripta da Abadia de Saint-Benoît-sur-Loire (Fleury), próximo a Orleáns e Germigny-des-Prés, no centro da França.

De acordo com a tradição, São Bento de Núrsia foi santificado por ter vencido duas ciladas armadas pelo Diabo, nas quais lhe é oferecido um cálice de vinho envenenado e um pedaço de pão, também envenenado.

Além disso, em inúmeras vezes fora tentado efetivamente pelo Inimigo, além de ser ofendido e insultado de tal maneira que os irmãos de hábito que estavam ao seu redor podiam escutar as ofensas que ele recebia.

O Santo Varão, como também é chamado, vencia o Tentador utilizando-se do sinal da cruz e da oração contida na Cruz Medalha que fora esculpida nas paredes de um mosteiro.

 

saobento
A Cruz-Medalha de São Bento

A origem da Cruz-Medalha de São Bento é incerta, sabe-se que ela foi redescoberta em 1647, em Nattremberg, na Baviera, por ocasião da condenação de algumas bruxas, que afirmaram não conseguir praticar qualquer tipo de feitiçaria ou encanto contra lugares em que houvesse a imagem da Cruz, em especial, a abadia de São Miguel em Metten. Intrigados com o fato, as autoridades foram averiguar o que existia no mosteiro. Ao entrarem em uma das dependências, observaram entalhadas nas paredes imagens da cruz tal como estão representadas nas Medalhas utilizadas hoje. Na biblioteca dessa mesma abadia, encontraram um manuscrito do ano de 1415, o qual continha, além de textos, ilustrações, sendo uma delas a de São Bento, com uma cruz e uma flâmula, com os versos da medalha: Crux sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana, nunquam suade mihi vana. Sunt mala quae libas, ipse venena bibas”. Por esse motivo, estima-se que a origem da imagem da medalha situa-se no século XV.

A medalha, com algumas variações, possui na frente a imagem de São Bento, vestindo o traje monástico – chamado cógula – trazendo na mão direita uma cruz e na mão esquerda uma flâmula ou livro aberto, que representa a Regra. No verso, há uma imagem da cruz. Ambas as faces trazem inscrições em latim, seja apenas letras ou em palavras, a saber:

Na frente da medalha:
“Ejus in obitu nostro praesentia muniamur” = Sejamos protegidos pela sua presença na hora de nossa morte.
No verso:
C S P B: Crux Sancti Patris Benedicti – Cruz Sagrada do Padre Bento
C S S M L: Crux Sacra Sit Mihi Lux – A Cruz Sagrada seja minha Luz
N D S M D: Non Draco Sit Mihi Dux – Não seja o dragão meu guia
V R S: Vade retro, satana! – Para trás, Satanás!
N S M V: Nunquam Suade Mihi Vana – Nunca seduzas minha alma
S M Q L: Sunt Mala Quae Libas – São coisas más as que brindas
I V B: Ipse Venena Bibas – Bebas do mesmo veneno
Essa oração, acrescida da jaculatória “Rogai por nós bem aventurado São Bento, para que sejamos dignos das promessas de Cristo”, se tornou uma fórmula de oração a São Bento.

Em 1742, o Papa Bento XIV aprovou a medalha, concedendo indulgências a quem a usar e estabelecendo a oração do verso da medalha como uma forma de exorcismo, que se tornou conhecida como Vade retro Satana. Atualmente, uma forma comum da medalha é a que vemos nessas ilustrações, conhecida como Medalha do Jubileu, pois foi cunhada em 1880 por ocasião do XIV Centenário do nascimento de São Bento, pelos monges de Beuron para a abadia de Monte Cassino. Essa medalha acrescenta a palavra pax – paz – no alto da cruz e aos pés de São Bento os dizeres Ex S.M. Casino MDCCCLXXX – Do Santo Monte Casino – 1880.

 

Link

 

medalha-sao-bento

 

 

 

oracaosao-bento

 

 

junho 12th, 2015

Dia dos Namorados

2e486c865f782dfcda56babdb6462fe4

 

O Dia dos Namorados, em alguns países conhecido como Dia de São Valentim, é uma data especial e comemorativa na qual se celebra a união amorosa entre casais, namorados e em alguns lugares até com amigos. Sendo comum a troca de cartões e presentes com simbolo de coração, tais como as tradicionais caixas de bombons. Em Portugal, assim como em muitos outros países, comemora-se no dia 14 de Fevereiro. No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo António, também conhecido pela fama de “Santo Casamenteiro”.

”Dia de São Valentim cai num dia festivo de dois mártires cristãos diferentes, de nome Valentim. Mas os costumes relacionados com este dia… provavelmente vêm de uma antiga festa romana chamada Lupercalia, que se realizava todo dia 14 de fevereiro. A festa homenageava Juno, a deusa romana das mulheres e do casamento, e Pã, o deus da natureza”.

A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor romântico chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Continuou celebrando casamentos, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte – 14 de fevereiro – também marca a véspera de lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pan (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.

Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar são Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o The Valentine’s Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta do(a) amado(a). Na sua forma moderna, a tradição surgiu em 1840, nos Estados Unidos, depois que Esther Howland vendeu US$ 5000 em cartões do Dia dos Namorados, uma quantia elevada na época. Desde aí, a tradição de enviar cartões continuou crescendo, e no século XX se espalhou por todo o mundo.

Atualmente, o dia é principalmente associado à troca mútua de recados de amor em forma de objetos simbólicos. Símbolos modernos incluem a silhueta de um coração e a figura de um Cupido com asas. Iniciada no século XIX, a prática de recados manuscritos deu lugar à troca de cartões de felicitação produzidos em massa.

O dia de São Valentim era até há algumas décadas uma festa comemorada principalmente em países anglo-saxões, mas ao longo do século XX o hábito estendeu-se a muitos outros países.

No Brasil, a data é comemorada no dia 12 de Junho por ser véspera do 13 de Junho, Dia de Santo António, santo português com tradição de casamenteiro.

A data provavelmente surgiu no comércio paulista, quando o publicitário João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes. A ideia se expandiu pelo Brasil, amparada pela correlação com o Dia de São Valentim — que nos países do hemisfério norte ocorre em 14 de fevereiro e é utilizada para incentivar a troca de presentes entre os apaixonados.

 

10816namorados

 

167652_Papel-de-Parede-Os-dois-e-o-dia-dos-namorados_1152x864

 

 

Mais imagens do dia dos Namorados no Facebook

maio 22nd, 2015

Obá – 22 de Maio

oba

 

Obá, orixá do Rio Obá ou rio Níger, primeira esposa de Xangô, identificada no jogo de búzios pelo odú obeogundá.

Obá representa as águas revoltas dos rios. As pororocas, as águas fortes, o lugar das quedas são considerados domínios de Obá. Ela também controla o barro, aguá parada, lama, lodo e as enchentes. Trabalha junto com Nanã.

Representa também o aspecto masculino das mulheres (fisicamente) e a transformação dos alimentos de crus em cozidos. É também a dona da roda. Orixá, embora feminina, energética, temida, e forte, considerada mais forte que muitos orixás masculinos, vencendo na luta Oxalá, Iansã, Oxumarê, e Exú.

A lenda de Obá
Obá foi a primeira mulher de Xangô. Ao contrário do que muitos pensam, a lenda de que Obá cortou a orelha por causa da mentira de Oxum está incorreta na verdade, Obá apenas cortou sua orelha para provar seu amor a Xangô. Quando manifestada, esconde o defeito com a mão. Seus símbolos são espada, escudo, ofá e erukere.

Segundo suas lendas, Obá lutou contra inúmeros orixás, derrotando vários deles. Obá teria derrotado Exú, Oxumarê, Omolú e Orunmilá, e tornou-se temida por todos os deuses, tendo sido derrotada apenas por Ogum e tornando assim sua esposa e ao lado deste quando este foi enfrentar Xangô em batalha ela se encantou por Xangô e abandonou a luta ao lado de Ogum e se entregou a Xangô como mulher vivendo uma grande paixão.

Obá nunca havia visto alguém como Xangô, ela via nele tudo o que sonhava para si.

Existem algumas versões do grande encontro de Xangô e de Obá, em uma dessas versões ela é a líder de todas as mulheres e a rainha de Elekô, mas em todas, as evidências dizem que o amor entre os dois era desmedido e que nada ofuscava a relação dos dois, da união dos dois nasceu Opará, orixá confundida em alguns terreiros com a própria Oxum.

O lado esquerdo (Osì) sempre esteve relacionado à mulher e, por uma razão muito elementar, é o lado do coração. Quando Obá é saudada como guardiã da esquerda, isso quer dizer que é a guardiã de todas as mulheres, aquela que compreende os sentimentos do coração, pois Obá pensa com o coração, por isso dança sempre com a mão esquerda apontando para o lado esquerdo na altura da orelha.

Dia da semana: Quarta-feira
Cores: Marron raiado, Vermelho e Amarelo
Símbolos: Ofange (espada) e Escudo de Cobre, Ofá (arco e flecha)
Elementos: fogo e águas revoltas, pororocas
Domínios: Amor e Sucesso Profissional
Saudação: Obà Siré!
Fio de Contas (Guia): Marrom, vermelho ou amarelo
Ervas: Louro, Mãe-boa, Manjericão roxo
Pontos da Natureza: Águas revoltas
Flores: Gerânio, flor de Romã
Pedras: Quartzo
Metal: Cobre
Bebida: Champanhe
Comidas: Inhame
Data Comemorativa: 22 de maio
Sincretismo: Santa Rita de Cássia
Incompatibilidades (Quizilas): Abóbora e rato

Características dos filhos de Obá
Os filhos de Obá não tem muito jeito para se comunicar com as pessoas, chegam a ser duros e inflexíveis. Têm dificuldade em ser gentis e estabelecer um canal de comunicação afetiva com os outros; às vezes são brutos e rudes afastando as pessoas. Isso deve-se ao fato de os filhos de Obá, na maioria das vezes, sofrerem um certo complexo de inferioridade achando que as pessoas que se aproximam querem tirar partido de alguma coisa. De facto, isso tende a acontecer com os filhos de Obá.

A sua sinceridade chega a ferir; expressam as suas opiniões, fazem críticas e acabam por magoar as pessoas, pois não se preocupam em ser agradáveis. Mas essa agressividade é puramente defensiva.

São bons companheiros e amigos fiéis, são ciumentos e possessivos no amor, por isso não têm muita sorte. Quando apaixonados, nunca são senhores da relação, cedem em tudo, abdicam de todas as suas convicções.

Algumas vezes infelizes no amor, investem todas as suas cartas nas suas carreiras e, de entre as mulheres que se destacam profissionalmente numa sociedade machista, podem-se encontrar muitas filhas de Obá excelentes juizas, advogadas, comandando quartéis, etc. Muitas vezes despertam a inveja dos seus inimigos e podem sofrer algumas emboscadas, por isso devem vencer a tendência que possuem para a ingenuidade.

Link

 

obaoracao

maio 6th, 2015

Pense …

amazing-blooming-flowers-pictures-and-wallpapers

 

 

As vezes as coisas não andam como queremos. As vezes do nada nossa vida sai do eixo. Aquela história que nós atraímos o que oferecemos, bem, toda regra tem sua exceção.
Você é uma pessoa boa, só faz o bem, não vive de fofocas e intrigas, mas de repente….. bum.
Sua vida vira de cabeça pra baixo, seu nome tá na lama, vc se vê em um labirinto.
E claro, você reflete sobre isso, vai ao passado, refaz o caminho, e você não acha o motivo.
Você realmente não fez nada pra merecer essa turbulência. E agora????

Bem, vamos analisar.
Você tem se cuidado???
Cuidado físico, mental, espiritual ???
Você anda se negligenciando ???
Você retém tudo para você ???
Quem são suas companhias ????
Quem você anda deixando entrar na sua vida ???
Você está atento ???
Então, às vezes damos brechas para uma lasquinha de negatividade se transformar em um monstro.
As vezes coisas idiotas, que você diz que não tem nada haver, é exatamente o motivo de tudo isso.
Pessoas em nossa volta possuem a capacidade de nos envolver em seu mundo escuro. E isso é o mais comum dos acontecimentos.
As vezes estamos cheios de tédio, sem perspectiva, sem rumo ou coração partido que sem percebemos procuramos o caos.
As vezes isso ocorre com escolhas mal feitas, mesmo que no início não aparente mal algum.
Uma nova amizade, uma palavra dita…Como se fosse um efeito borboleta.
As vezes não estamos em equilíbrio, e aí pronto. Confusão.
Você não fez absolutamente nada, mas você está desequilibrada, e não é de uma forma doida kkkkk, seus chackras ou qualquer outro nome que você queira dá, estão desalinhados.
Então, tire um tempo pra você.
Se limpe, se organize. Você com você.

As vezes, mesmo que pareça difícil, abandone atitudes, coisas e pessoas que não te fazem bem, que são âncoras na sua vida.
Se liberte de pensamentos nocivos.
Liberte-se…

 

Wicca para Todos

abril 23rd, 2015

Ogum – 23 de Abril

ogun01-799x1024

 
Ogum é um dos principais orixás cultuado na Umbanda, sincretizado com São Jorge e Santo Antonio na Bahia. Seu dia é o 23 de abril.

Logum ou Ologum (olo = senhor, gum = guerra, ou seja, o senhor da guerra ou guerreiro) é uma divindade da cultura Iorubá, região onde localiza-se hoje a Nigéria. Nos domínios de Obéocutá, seu culto era essencialmente agrário, como ainda o é, é a divindade do ferro, quem produz as ferramentas necessárias ao cultivo. Nesta Região, poucos são os que dominam a arte de fundir e moldar o ferro de forma manual. Por isso, todos que dominam esta técnica são considerados protegidos de Ogum.

Na África, a organização teológica funciona de modo diferente à forma como se desenvolve a religiosidade afro no Brasil. Lá, as pessoas acreditam que a divindade Iorubá é um ancestral comum aos moradores da tribo, cidade, ou etnia e não como uma divindade, como o é no Brasil.No caso, grande parte das pessoas que praticam as religiões “tradicionais” da região de Obéocutá, acreditam que Ogum seria seu ancestral divinizado. Quanto ao mito, Ogum é lembrado como conquistador e caçador, como quem sempre defendeu os seus e sempre proveu de alimentos sua tribo. Contudo, no Brasil seu mito muda de aspecto, devido a lógica da escravidão, os africanos acabam por exaltar outros aspectos desta divindade, de forma a contemplar seus anseios, buscando se livrar dos castigos dos seus senhores, passavam então a privilegiar o aspecto guerreiro e violento da divindade. Ogum é o guerreiro, general destemido e estratégico, é aquele que veio para ser o vencedor das grandes batalhas, o desbravador que busca a evolução. Defensor dos desamparados, segundo a lenda, Ogum andava pelo mundo comprando a causa dos indefesos, sempre muito justo e benevolente. Ele era o ferreiro dos orixás, senhor das armas e dono das estradas. Irreverente, pois é um orixá valente, traz na espada tudo o que busca.

É considerado protetor dos policiais, ferreiros, escultores, caminhoneiros e todos os guerreiros.

Santo correspondente na Igreja Católica: São Jorge no Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul; Santo Antônio na Bahia.
Cores predominantes das guias: Vermelho na Umbanda, sendo que na Umbanda do Rio Grande do Sul muitos terreiros utilizam o verde, vermelho e branco. Entretanto as cores são determinadas pelo guia e conforme o reino em que trabalham e para qual Orixá.

 

ogumprece

fevereiro 6th, 2015

Sarasvati – Deusa Hindu da Sabedoria, das Artes e da Música

Sarasvati1

 

 

 

Sarasvati (sânscrito: सरस्वती, sarasvatī) é a deusa hindu da sabedoria, das artes e da música e a shákti, que significa ao mesmo tempo poder e esposa, de Brahmā, o criador do mundo.

Sara – “essência”.

Sva – “o seu próprio”

É a protetora dos artesãos, pintores, músicos, atores, escritores e artistas em geral. É a protetora das 64 artes, provedora dos caminhos da energia criativa e deusa doadora do discurso fluente e loquaz. Ela também protege aqueles que buscam conhecimento, os estudantes, os professores, e tudo relacionado à eloquência.

A esta deusa era consagrado o chamado dia de Savitu-Vrta, normalmente comemorado no dia 16 de maio.

Sarasvati é o poder da Shakti (principio feminino universal, Mãe divina) em seu espírito de perfeição e ordem. Ela seria a mais direta quanto à faculdade executiva e a mais próxima da natureza física, não lhe satisfazendo nada escasso de perfeição e estando pronta para enfrentar a eternidade do trabalho, se necessário para a plenitude de sua criação. É mãe diante das necessidades, amiga em nossas dificuldades, as nuvens de tristeza, irritação e depressão que nos envolvem.

Uma das expressões de Sarasvati é como Savitri. Nessa manifestação, ela tem o corpo dourado, sendo os olhos, as mãos e a língua feitos de ouro. Normalmente aparece correndo pelos céus em um carro puxado por cintilantes cavalos de patas brancas e realizando, com seus braços e mãos , gestos de bênçãos, infundindo a vida em todas as criaturas. Em sua qualidade de rainha dos céus, todos os deuses a seguem em busca da bênção da imortalidade. Savitri é a deusa responsável pelo principio de movimento que determina a irradiação da luz solar, a circulação das águas e dos ventos. É a padroeira das pratica mágicas dos sacerdotes e o principio de criação que tudo inspira e move. A ela, está dedicado o Gayatri Mantra, tido como o hino (Mantra) mais sagrado dos Vedas.

Na mitologia dos Vedas, Sarasvati aparece como um rio e, às vezes, como uma deidade que reina no plano aquático. Provavelmente o antigo e já desaparecido rio Sarasvati deve ter sido, para os primeiros hindus, o que o rio Ganges representa, hoje em dia, na Índia, símbolo da energia divina que vem dos céus para purificar a vida no plano terrestre. Numa mitologia posterior, a dos Puranas, é identificada a Vach, deusa da palavra e do discurso fluente, a qual se converteu, com nomes diferentes, na esposa de Brahma. Na mitologia grega, Sarasvati pode ser identificada a Minerva, deusa que tem como função proteger as artes, a ciência e a agricultura. Minerva surgiu da cabeça de Zeus e também recebe atributos por ser uma grande guerreira. Na Ilíada, essa deusa é vista como encarnação da sabedoria, da razão e da pureza divina.

Gayatri Mantrra- dedicado à Sarasvati : – Om Bhur Bhuva Svaha – Tat Savitur Varenyam – Bhargo Devasya Dhimahi – Dhiyoyo Naha Prachodayat. – “A energia primordial inunda a Terra e os Céus e tudo que se encontra no meio. Meditemos sobre sua irradiação; possa essa luz inspirar nossas mentes. Meditemos sobre a glória de Ishwari, a deusa a quem é justo adorar, que criou o universo, que é doadora de luz, de conhecimento e que destrói a ignorância. Que ela ilumine nossas mentes.”

 

Sarasvati2

 

Sarasvati usa um sari branco e está sentada em um lótus branco que representa a pureza, ou seja, uma mente sáttivica. A mente equilibrada e tranquila é o sólo fértil para que o conhecimento frutifique. Então de fato o conhecimento nos conduz a perceber aquilo que realmente somos. O conhecimento, portanto, remove a impurezas, a ignorância.

Numa das mãos a deusa carrega os Vedas, simbolizando todo o conhecimento; noutra traz um japa mala, simbolizando a meditação; segura também uma vina, representando a arte e a música. A vina é dito que é um instrumento muito dificil de se tocar e por isso representa também a disciplina, necessária no caminho do autoconhecimento. O som produzido pela vina simboliza o escutar dos ensinamentos. A música e principalmente o som da vina é algo capaz de nos levar ao estado de plenitude, assim como o ensinamento, que nos revela que somos a plenitude que tanto buscamos.

Sarasvati está montada em um cisnei que representa a discriminação, o veiculo pelo qual o conhecimento chega é a discriminação. O cisnei é branco e representa aquilo que é único, Brahman. Sempre associado a ela há um pavão. O pavão tem uma muticiplidade de cores que representa a criação. O conhecimento é a base de toda essa criação que é tão bela e variada. Sarasvati representa o conhecimento da criação.

O lótus no qual ela está sentada representa próprio caminho espiritual da pessoa realizada. O lótus ergue-se da dualidade, do lodo, em busca do sol, o conhecimento. Quando o alcança, desabrocha. Mesmo tendo desabrochado, permanece na lama, na dualidade, contudo, é intocato por ela, pois as pétalas de sua flor são impermeáveis. Assim é o sábio que buscou o conhecimento e nele obeteve a compreensão da unidade. Ele permanece no mundo, na dualidade, mas sempre com a visão não-dual em mente.

Todas as deidades estão adornadas com ouro em abundância, que simboliza a unidade idepedente da forma. Ou seja, independente da forma, pode ser um brinco, um colar, uma coroa, uma pedra, o ouro continua sendo ouro.

fevereiro 2nd, 2015

A Majestade dos Mares

janaina

 

 

 

Senhora da calunga grande (mar) também conhecida como Senhora da Coroa Estrelada ou Janaina (do tupi-africano) é a deusa do mar e protetora das mães e das esposas, representando a mãe que protege os filhos a qualquer custo, a mãe de vários filhos, ou vários peixes. Adora cuidar de crianças e animais domésticos.

A ela também pertencem a fecundidade e a proteção aos pescadores e jangadeiros.

A regência de Iemanjá em nossas vidas se manifesta naquela necessidade que temos de saber se aqueles que amamos estão bem, é a dor pela preocupação, é o amor ao próximo, principalmente em se tratando de um filho, filha, pai, mãe, outro parente ou amigo muito querido.

É a preocupação e o desejo de ver aquele que amamos a salvo, sem problemas, é a manutenção da harmonia do lar. Iemanjá é o Orixá que rege nossos lares, nossas casas.

É ela quem dá o sentido de família às pessoas que vivem debaixo de um mesmo teto.

Ela é a geradora do sentimento de amor ao seu ente querido, que vai dar sentido e personalidade ao grupo formado por pai, mãe e filhos tornando-os coesos.

Rege as uniões, os aniversários, as festas de casamento, enfim todas as comemorações familiares. É o sentido da união por laços consanguíneos ou não.

Num Terreiro, Iemanjá atua dando sentido ao grupo, à comunidade ali reunida e transformando essa convivência num ato familiar; criando raízes e dependência; proporcionando sentimento de irmão para irmão em pessoas que há bem pouco tempo não se conheciam; proporcionando também o sentimento de pai para filho ou de mãe para filho e vice-versa, nos casos de relacionamento dos Babalorixás (Pais no Santo) ou Ialorixás (Mães no Santo) com os Filhos no Santo, portanto assim como Oxalá é o Pai da Umbanda e Princípio Gerador Masculino, Iemanjá é a Grande Mãe da Umbanda que ao juntar-se com Oxalá complementa-o com seu Princípio Gerador Feminino.

No Brasil, Yemanjá é um dos orixás mais populares e reverenciados do Candomblé, Batuque, Xambá, Xangô do Nordeste, Omoloko, Umbanda e mesmo por fiéis de outras religiões.

A tradicional Festa de Iemanjá no município de Salvador, capital da Bahia, tem lugar na praia do Rio Vermelho todo dia 2 de fevereiro. Nesta data, todos os anos, milhares de baia nos e turistas lotam as praias para reverenciar Iemanjá.

A tradição começou em 1923, com um grupo de 25 pescadores, que ofereceram presentes, para agradar a Mãe D’Água, pois os peixes estavam escassos.

Desde então, adeptos do candomblé, turistas e devotos formam filas imensas para colocar oferendas e pedidos nos balaios, que ficam na Casa do Peso. No fim da tarde, um cortejo com 300 embarcações leva pa ra alto-mar os balaios, carregados de presentes, pentes, espelhos, sabonetes, perfumes, flores e até jóias. Tudo o que possa interessar a uma mulher vaidosa. Dizem os pescadores que, se os balaios não afundarem, é sinal de que Iemanjá não os aceitou.

YEMANJÁ É GERADORA, É VIDA, pois é ela que nos traz oportunidades de crescimento em todos os sentidos da Vida. Os devotos fazem oferendas à Rainha do Mar, um dos títulos pelos quais Iemanjá é saudada.

Data festiva: 15 de agosto, 2 de fevereiro ou 8 de dezembro dependendo do Estado.

Saudação: Odô-fe-iaba! Odô-fe-iaba! Odô-fe-iaba!

Símbolo: Lua minguante, ondas, peixes

Sincretismo religioso: Nossa Senhora das Candeias, Nossa Senhora da Glória,
Nossa Senhora dos Navegantes

Cores: branco cristalino ou azul claro

Instrumento: Abebé, um leque em forma circular prateado que pode trazer um espelho no centro

Pedra: Diamante – Água Marinha – Pérola

Ervas principais: Jasmim, Araticum-da-praia, Folha-da-costa, Graviola, Capeba, Mãe-boa, Musgo marinho encontrado nas pedras marinhas, Alcaparra, Colônia, Pata de Vaca, Embaúba, Abebê, Jarrinha, Golfo, Rama de Leite, Rosa branca, Malva branca, Flor de laranjeira entre outras.

Oferendas: Canjica branca, peixe, arroz-doce com mel, acaçá, pudim, manjar com calda de ameixa ou de pêssego, mamão, graviola, uvas brancas, melancia, melão, água de coco, mel, água salgada ou potável, champanhe clara e suco de suas próprias ervas e frutos, rosas e palmas brancas, angélicas, orquídeas, crisântemos brancos.

janeiro 5th, 2015

Simpatias para o Dia de Reis – 6 de Janeiro

Muitas pessoas aproveitam o dia de Reis para fazer rituais e simpatias para atrair boas energias, sorte, prosperidade e amor para todo o ano. Boa sorte a todos !!

 

simpatiareis3

 

simpatiareis4

 

simpatiareismagos

 

simpatiareismagos2

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...