• O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Everest ou fizessem grandes sacrifícios. Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros.
    Chico Xavier

  • Rádio Anjo de Luz

  • vende4.com

    vende4
  • Visite Xepa Xopi

    Visite Xepa Xopi
  • Últimos Posts

  • Categorias

  • Pense …

    Pense …

    "Toda vez que as circunstâncias te induzam a ouvir as verdades do Evangelho, não penses que o acaso esteja presidindo a semelhantes eventos. Forças divinas estarão agindo a fim de que te informes quanto ao teu próprio caminho."

    Chico Xavier

  • Visite

    Visite
  • Passe Virtual

    Passe Virtual
  • Gostou ??? Então curta !!!

    Gostou ??? Então curta !!!
  • Tags

    abandono adoção amigo amor Animais arte Bom dia casamento chico xavier Coala criança crianças cão desenho espiritismo estudo espirita frases Fábio Coala Cavalcanti historias historia santos Jesus Marido Meimei mensagem mensagens mentirinhas mentirinhas.com Monstro música natal oração orações orixás pensamentos pense Piadex plantas prece preces Santa Luzia suculentas superação tirinhas Umbanda Agora FU – videos (9)
    Ajuda (5)
    Animações – Desenhos – Vídeos (27)
    Animais Amados – Historias (242)
    Anjos (13)
    Arte (127)
    Arte/ Design – Videos (15)
    Artesanato (66)
    Artesanato – videos (3)
    Bom dia / Boa noite (132)
    Brasil Pátria do Evangelho (2)
    Campanhas (12)
    Cantinho Mistico (174)
    Cantinhos Encantadores (8)
    Coisas de Meninas (54)
    Coisas de Meninos. (31)
    Costura (11)
    Cultura (222)
    Cuti-cuti (19)
    Cuti-cuti Video (32)
    Decoração (8)
    Decoupagem (1)
    Desenhos/ Tirinhas (29)
    Design (112)
    Dicas dia a dia (2)
    Dicas e informações (2)
    Dicas Viagem (4)
    Diversão na web (6)
    Doces (42)
    Downloads (3)
    Erros Errados (12)
    Ervas (5)
    Espiritas – Mensagens (86)
    Esportes (7)
    Estudo do Espiritismo (32)
    Estudo dos Animais (7)
    Eu vi na net (232)
    Evangelho Segundo o Espiritismo (2)
    Filme – Vídeos (14)
    Filmes (79)
    Fotos (132)
    Fotos Antigas (2)
    Fotos engraçadas (21)
    Gifs (16)
    História (165)
    Histórias video (75)
    Idéias a Fazer (10)
    Ilusão de Ótica (3)
    Informações Importantes. (99)
    Inspirações (25)
    Interessantes (3)
    Jardins (9)
    Jogos (11)
    Links (7)
    Livros (29)
    Lugares (113)
    Mensagens (915)
    Mensagens Video (99)
    Musicas (80)
    Musicas – vídeos (18)
    Natureza é bela (138)
    Notícias (171)
    Papel (21)
    Passa tempo (14)
    Pensamentos/Frases (159)
    Pessoas que fazem história (24)
    Photoshop (6)
    Piadas Videos (26)
    Piadex (378)
    Plantas (9)
    Poemas (54)
    PPS (3)
    Preces (121)
    Preces Catolicas (18)
    Preces Espiritas (16)
    Quem me visita ? (17)
    Receitas (67)
    Reciclagem (23)
    Religiosas – Mensagens (278)
    Salgadas (19)
    Saudades (31)
    Sem categoria (12)
    Sem Explicação (25)
    Sobre o vende4 (2)
    Tecnologia (92)
    Videos (741)
    Wallpaper (1)

    WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck requires Flash Player 9 or better.

  • Purifique-se

    fontevende4
  • Pense nisso …

    "Chegará o dia em que os homens conhecerão o íntimo dos animais, e nesse dia um crime contra um animal será considerado um crime contra a humanidade." Leonardo da Vinci
  • Amigos

    Amigos
  • Globo

  • Acenda uma vela virtual

    Acenda uma vela
  • Reflexões – Chico Xavier

    "Para obter algo que você nunca teve, precisa fazer algo que nunca fez"

    "Tudo é amor. Até o ódio, o qual julgas ser a antítese do amor, nada mais é senão o próprio amor que adoeceu gravemente"

    "Quem diz que a vida só trás desilusão, é porque nunca fez nada a não ser se iludir"

    "Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente"

    "Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocamos nela, corre por nossa conta."

    "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim."

    "A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior perdoa, a inferior condena. Tem coisas que o coração só fala para quem sabe escutar!"

  • ''Não destrua seus valores comparando-se com outras pessoas. É por sermos diferentes uns dos outros que cada um de nós é especial.''

  • Bons ventos tragam o que é bom e leve o que é de ruim…

    incense
  • Lista de links que visito

  • Mentirinhas

    Mentirinhas
  • Willtirando

    Willtirando
  • SonicDad

    SonicDad
  • Armandinho

    Armandinho
  • Mulher de 30

    Mulher de 30
  • Meta

Archive for the ‘Mensagens’ Category

outubro 26th, 2016

10 Conselhos que Recebemos Antes de Encarnar

10conselhos

 

1. Você receberá um corpo. Poderá amá-lo ou odiá-lo, mas ele será seu todo o tempo.

2. Você aprenderá lições. Você está matriculado numa escola informal de tempo integral chamada Vida. A cada dia, terá oportunidade de aprender lições. Você poderá amá-las ou considerá-las idiotas e irrelevantes.

3. Não há erros, apenas lições. O crescimento é um processo de ensaio e erro, de experimentação. Os experimentos ‘mal sucedidos’ são parte do processo, assim como experimentos que, em última análise, funcionam.

4. Cada lição é repetida até ser aprendida. Ela será apresentada a você sob várias formas. Quando você a tiver aprendido, passará para a próxima.

5. Aprender lições é uma tarefa sem fim. Não há nenhuma parte da vida que não contenha lições. Se você está vivo, há lições a serem aprendidas e ensinadas.

6. ‘Lá’ só será melhor que ‘aqui’ quando o seu ‘lá’ se tornar um ‘aqui’. Você simplesmente terá um outro ‘lá’ que novamente parecerá melhor que ‘aqui’.

7. Os outros são apenas espelhos de você. Você não pode amar ou odiar alguma coisa em outra pessoa, a menos que ela reflita algo que você ame ou deteste em você mesmo.

8. O que você faz da sua vida é problema seu. Você tem todas as ferramentas e recursos de que precisa. O que você faz com eles não é da conta de ninguém. A escolha é sua.

9. As respostas para as questões da vida estão dentro de você. Você só precisa olhar, ouvir e confiar.

10. Você se esquecerá de tudo isso.. e ainda assim, você se lembrará.

 

Autor desconhecido

setembro 2nd, 2016

Tudo passa …

issopassa

 

Tudo passa …

Chico Xavier

Todas as coisas na Terra passam. 
Os dias de dificuldade passarão…
Passarão, também, os dias de amargura e solidão.

As dores e as lágrimas passarão.
As frustrações que nos fazem chorar… Um dia passarão.

A saudade do ser querido que está longe, passará.

Os dias de tristeza…
Dias de felicidade…
São lições necessárias que, na Terra, passam, deixando no espírito imortal
as experiências acumuladas.

Se, hoje, para nós, é um desses dias,
repleto de amargura, paremos um instante.
Elevemos o pensamento ao Alto
e busquemos a voz suave da Mãe amorosa,
a nos dizer carinhosamente: ‘isto também passará’

E guardemos a certeza pelas próprias dificuldades já superadas que não há mal que dure para sempre,
semelhante a enorme embarcação que, às vezes, parece que vai soçobrar diante das turbulências de gigantescas ondas.

Mas isso também passará porque Jesus está no leme dessa Nau
e segue com o olhar sereno de quem guarda a certeza de que a
agitação faz parte do roteiro evolutivo da Humanidade
e que um dia também passará.

Ele sabe que a Terra chegará a porto seguro
porque essa é a sua destinação.

Assim, façamos a nossa parte o melhor que pudermos,
sem esmorecimento e confiemos em Deus,
aproveitando cada segundo, cada minuto que, por certo, também passará.

Tudo passa…
exceto Deus.

Deus é o suficiente!

agosto 28th, 2016

Ensinamentos para a vida !!!

ensinamentosvida

Ensinem suas filhas e filhos a pegar ônibus logo cedo, primeiro com vocês, depois sozinhos. Eles vão precisar disso um dia na adolescência ou na vida adulta e mesmo que você seja muito rico e pense que não precisarão, não há como ter certeza. Se nunca andaram, terão tendência a ficarem abobalhados, pouco espertos e mais propensos a sofrerem assaltos ou atropelamentos.

Ensinem seus filhos e filhas a andar a pé, porque só se aprende a atravessar ruas andando a pé. Bicicleta só para recreação, com você carregando o malinha e sua mala rampa acima, não vai dar boa coisa. Molequinhos e molequinhas precisam saber ir e voltar. Carregarem seus casaquinhos, bonequinhas e carrinhos faz parte da missão: mãe e pai não são cabides.

Ensinem suas filhas e filhos desde bebês a descascar bananas, maiorezinhos devem saber comer maçã sem ser picada, devem aprender a espremer um suco no muque, usar garfo e faca, colocar a roupa suja no cesto, lavar, secar e guardar louça. Assim não serão os malas na casa da tia no dia do pijama. No mínimo.

Ensinem seus filhos e filhas adolescentes a lavar o próprio par de tênis, lavar, pendurar, recolher e dobrar roupas, cozinhar algo básico, trocar lâmpadas e resistência do chuveiro. Ensine que isso pode não ser prazeroso como tomar um sorvete ou jogar no celular, mas é importante e necessário.

Ensinem suas filhas e filhos a plantar, colher e entenderem a diferença entre um pé de alface e um pé de couve. Você pode não acreditar, mas por falta de ensinamentos básicos muita criança se cria achando que leite é um produto que nasce em caixas. Isso não é engraçado, é um efeito colateral involutivo do nosso tempo.

Não tema o fogo, o fogão, a chaleira nas mãos dos coitadinhos. Se você não ensinar, eles vão fazer muita bobagem e vão se queimar. Educar é confiar nas capacidades e na inteligência deles. É mostrar perigos e ensinar a lidar com perigos.

Eduquem seus filhos para a vida, para capacidades. Prazer não precisa ser ensinado, é um benefício, um privilégio. Ter empregada doméstica em casa não deve ser visto e sentido como alguém que vem acoplado ao lar, quase uma “coisa” um “objeto humano” de limpar e organizar sem parar.

Essas não são dicas moralistas. Educar para a solidariedade é um ato até egoísta e nada poético. Ao ensinar coisas básicas de sobrevivência aos filhos, estamos promovendo confiança e capacidade, auto-estima, senso de dever e responsabilidade.

Evite produzir e multiplicar pessoas que um dia serão adultos entediados, mimados que acharão eternamente que vieram ao mundo a passeio, sem a menor noção do que é resiliência, inaptos para cuidar de si mesmos e de outros, caso se multipliquem preguiçosamente.

A vida pode ser bela, a vida pode não ser dura para herdeiros, mas ela cobrará sempre, de qualquer um de nós, firmeza e força de vontade. Isso não é nato, depende de adversidades e luta pela sobrevivência e nada tem a ver com capacidade de apertar um botão ou deslizar os dedões no Iphone.

Cláudia Rodrigues

maio 11th, 2016

The Present – O Presente

thepresent


Curta Animado do Instituto de animação, efeitos visuais e pós produção digital no filmakademie Baden-Württemberg em ludwigsburg, Alemanha.
É baseado em uma pequena tirinha desenhada pelo talentoso Fabio Coala Cavalcanti.

Certifique-se de conferir sua página: www.mentirinhas.com.br
A curta metragem tem exibido em mais de 180 festivais de cinema e ganhou mais de 50 prêmios em todo o mundo.
Página do Facebook: www.facebook.com/thepresentshort
Vimeo: https://vimeo.com/152985022
Diretor / Animador:
www.jacobfrey.de
Trilha sonora de “Zelândia”
itunes.apple.com/…/…/present-feat.-septemberkind/id915500091
https://www.amazon.de/gp/product/B00N

maio 11th, 2016

O dia que a Morte se apaixonou pela Vida – Masha Onderstijn

 Masha Onderstijn

 

Marsha Onderstijn é  uma animador da Holanda. Estudoui Animação no St. Joost Kunstacademie em Breda, onde se especializou em animação 2D. Desde que se formou em 2012,  trabalhou com animador freelance e artista de storyboard. Durante estes anos como freelancer trabalhou em projetos comerciais e independentes.

 

 

 http://marshaonderstijn.com/portfolio/

https://www.facebook.com/marshaonderstijnanimation/info/?tab=page_info

abril 8th, 2016

Sozinho?

Curta Metragem espírita – Bebidas alcoólicas – Alone? Spiritism Shortfilm

 

sozinho

Ninguém está sozinho! Temos a opção de escolher qual a companhia que queremos ter. A obsessão é típica no caso do uso do álcool, veja como ocorre essa interação.

 

março 18th, 2016

A Pedra

apedra

A PEDRA

O distraído nela tropeçou…
O bruto a usou como projétil.
O empreendedor, usando-a, construiu.
O camponês, cansado da lida, dela fez assento.
Para meninos, foi brinquedo.
Drummond a poetizou.
Já David matou Golias, e Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura…

E em todos esses casos, a diferença não esteve na pedra, mas no homem!
Não existe “pedra” no seu caminho que você não possa aproveitá-la para o seu próprio crescimento.

março 11th, 2016

Aquisição da Consciência

12342809_1008240649237482_1116208349647094833_n

O momento da conscientização isto é, o instante a partir do qual consegues discernir com acerto, usando como parâmetro o equilíbrio, alcanças o ponto elevado na condição de ser humano.

Efeito natural do processo evolutivo, essa conquista te permitirá avaliar fatores profundos como o bem e o mal, o certo e o errado, e o dever e a irresponsabilidade, a honra e o desar, o nobre e o vulgar, o lícito e o irregular, a liberdade e a libertinagem.

Trabalhando dados não palpáveis, saberás selecionar os fenômenos existenciais e as ocorrências, tornando tuas diretrizes de segurança aquelas que proporcionam bem-estar, respeito, harmonia, progresso moral, tranqüilidade.

Essa consciência não é de natureza intelectual, atividade dos mecanismos cerebrais. É a força que os propele, porque nascida nas experiências evolutivas, a exteriorizar-se em forma de ações.

Encontramo-la em pessoas incultas intelectualmente, e ausente em outras, portadoras de conhecimentos acadêmicos.

Se analisarmos a conduta de uma especialista em problemas respiratórios, que conhece intelectualmente os danos provocados pelo tabagismo, pelo alcoolismo e por outras drogas, e que, apesar disso, usa, ele próprio, qualquer um desses flagelos, eis que ainda não logrou a conquista da consciência. Os seus dados culturais são frágeis de tal forma, que não dispões de valor para fomentar uma conduta saudável.
Outros indivíduos, não obstante sem conhecimento intelectual, possuem lucidez para agir diante dos desafios da existência, elegendo o comportamento não agressivo e digno, mesmo que a contributo de sacrifício.

A consciência pode ser treinada mediante o exercício dos valores
morais elevados, que objetivam o bem do próximo, por conseqüência, o próprio bem.

O esforço para adquirir hábitos saudáveis conduz à conscientização dos deveres e às responsabilidades pertinentes à vida.

Herdeiro de si mesmo, das experiências transatas, o ser evolui por etapas, adquirindo novos recursos, corrigindo erros anteriores, somando conquistas.

Jamais retrocede nesse processo, mesmo quando, aparentemente, reencarna dentro das paredes de enfermidade limitadora, que bloqueiam o corpo, a mente ou a emoção, gerando tormentos.

Os logros evolutivos permanecem adormecidos para futuros cometimentos, quando assomarão, lúcidos.

A aquisição da consciência é desafio da vida é o autoconhecimento, que merece exame, consideração e trabalho.

A tua existência terrena pode ser considerada uma empresa que deves dirigir de forma segura, a mais cuidadosa possível.

Terás que trabalhar dados concretos e outros mais abstratos, na área da programação de atividades, e fim de conseguires êxito. Todo emprenho e devotamento se transformarão em mecanismos de lucro, a que sempre poderás recorrer durante as situações difíceis.

Algumas breves regras ajudar-te-ão no desemprenho do empreendimento, tais:

. administra os teus conflitos. O conflito psicológico é inerente à
natureza humana e todos o sofrem;

. evita eleger homens-modelos para seguires. eles também são vulneráveis às injunções que experimentas, e, às vezes, comprometem-se, o que, de maneira alguma deve constituir desestímulo;

. concede-te maior dose de confiança nos teus valores, honrando-te com o esforço para melhorar sempre e sem desânimo. Se erras, repete a ação, e se acertas, segue adiante;

. não te evadas ao enfrentamento de problemas usando expedientes falsos,comprometedores, que te surpreenderão mais tarde com dependências infelizes;

. reage à depressão, trabalhando sem autopiedade nem acomodação preguiçosa;

. tem em mente que os teus não são os piores problemas, eles pesam o volume que lhes emprestas;

. libera-te da queixa pessimista e medita mais nas fórmulas para perseverar e produzir;

. nunca cedas espaço à hora vazia, que se preenche de tédio, mal-estar ou perturbação;

. o que faças, faze-o bem, com dedicação;

. lembra-te que és humano e o processo de conscientização é lento, que adquirirás segurança e lucidez através da ação contínua.
Interessado em decifrar os enigmas do comportamento humano, Allan Kardec indagou aos Benfeitores e Guias da Humanidade, conforme se lê em O Livro dos Espíritos, na questão número 621:
- Onde está escrita a lei de Deus?
- Na consciência. – Responderam com sabedoria.

A consciência é o estágio elevado que deves adquirir, a fim de seguires no rumo da angelitude.
[Joanna de Ângelis]
[Divaldo Franco]
[Momentos de Consciência]
[Editora LEAL]

janeiro 20th, 2016

O dono da bola

o dono da bola

 

O dono da bola

Este é o Caloca. Ele é um amigo muito legal.
Mas ele não foi sempre assim, não. Antigamente ele era o menino mais enjoado de toda a rua. E não se chamava Caloca.
O nome era Carlos Alberto. E sabem por que ele era assim enjoado? Eu não tenho certeza, mas acho que é porque ele era o dono da bola. Mas me deixem contar a história, do começo.
Caloca morava na casa mais bonita da nossa rua. Os brinquedos que Caloca tinha, vocês não podem imaginar! Até um trem
elétrico ele ganhou do avô. E tinha bicicleta, com farol e buzina, e
tinha tenda de índio, carrinhos de todos os tamanhos e uma bola de futebol, de verdade. Caloca só não tinha amigos. Porque ele brigava com todo mundo. Não deixava ninguém brincar com os brinquedos dele. Mas futebol ele tinha que jogar com a gente, porque futebol não se pode jogar sozinho. O nosso time estava cheio de amigos. O que nós não tínhamos era bola de futebol. Só bola de meia, mas não é a mesma coisa. Bom mesmo é bola de couro, como a do Caloca. Mas, toda vez que a gente ia jogar com Caloca,acontecia a mesma coisa. Era só o juiz marcar qualquer falta do Caloca que ele gritava logo:
– Assim eu não jogo mais! Dá aqui a minha bola!
– Ah, Caloca,não vai embora, tenha espírito esportivo, jogo é jogo…
– Espírito esportivo, nada! — berrava Caloca. — E não me chame de Caloca,meu nome é Carlos Alberto!
E assim, Carlos Alberto acabava com tudo que era jogo. A coisa começou a complicar mesmo, quando resolvemos entrar no campeonato do nosso bairro. A gente precisava treinar com bola de verdade para não estranhar na hora do jogo. Mas os treinos nunca chegavam ao fim. Carlos Alberto estava sempre procurando encrenca:
– Se o Beto jogar de centroavante, eu não jogo!
– Se eu não for o capitão do time, vou embora!
– Se o treino for muito cedo, eu não trago a bola!
E quando não se fazia o que ele queria, já se sabe, levava a bola embora e adeus treino. Catapimba, que era o secretário do clube, resolveu fazer uma reunião:
– Esta reunião é pra resolver o caso do Carlos Alberto. Cada vez que ele se zanga, carrega a bola e acaba com o treino.
Carlos Alberto pulou, vermelhinho de raiva:
– A bola é minha, eu carrego quantas vezes eu quiser!
– Pois é isso mesmo! — disse o Beto, zangado. — É por isso que nós não vamos ganhar campeonato nenhum!
– Pois, azar de vocês, eu não jogo mais nessa droga de time, que nem bola tem! E Caloca saiu pisando duro, com a bola debaixo do braço. Todas as vezes que Carlos Alberto fazia isso, ele acabava voltando e dando um jeito de entrar no time de novo. Mas, daquela vez, nós estávamos por aqui com ele. A primeira vez que ele veio ver os treinos, ninguém ligou. Ele subiu no muro, com a bola debaixo do braço como sempre, e ficou esperando que alguém pedisse para ele jogar. Mas ninguém disse nada. Quando o Xereta passou por perto, ele puxou conversa:
– Que tal jogar com bola de meia?
Xereta deu uma risadinha:
– Serve…
Um dia, nós ouvimos dizer que o Carlos Alberto estava jogando no time do Faz-de-Conta, que é um time lá da rua de cima. Mas foi por pouco tempo. A primeira vez que ele quis carregar a bola no melhor do jogo, como fazia conosco, se deu muito mal…
O time inteiro do Faz-de-Conta correu atrás dele e ele só não apanhou porque se escondeu na casa do Batata. Aí, o Carlos Alberto resolveu jogar bola sozinho. A gente passava pela casa dele e via. Ele batia bola com a parede. Acho que a parede era o único amigo que ele tinha. Mas eu acho que jogar com a parede não deve ser muito divertido. Porque, depois de três dias, o Carlos Alberto não aguentou mais. Apareceu lá no campinho.
– Se vocês me deixarem jogar, eu empresto a minha bola.
– Nós não queremos sua bola, não.
– Ué, por quê?
– Você sabe muito bem. No melhor do jogo você sempre dá um jeito de levar a bola embora.
– Eu não, só quando vocês me amolam.
– Por isso mesmo que nós não queremos, só se você der a bola para o time de uma vez.
– Ah, essa não! Está pensando que eu sou bobo?
E Carlos Alberto continuou sozinho. Mas eu acho que ele já não estava gostando de estar sempre sozinho. No domingo, ele convidou o Xereta para brincar com o trem elétrico. Na segunda, levou o Beto para ver os peixes na casa dele. Na terça, me chamou para brincar de índio. E, na quarta, mais ou menos no meio do treino, lá veio ele com a bola debaixo do braço.
– Oi, turma, que tal jogar com uma bola de verdade?
Nós estávamos loucos para jogar com a bola dele. Mas não podíamos dar o braço a torcer.
– Olha, Carlos Alberto, você apareça em outra hora.
Agora, nós precisamos treinar — disse o Catapimba.
– Mas eu quero dar a bola ao time. De verdade!
Nós todos estávamos espantados:
– E você nunca mais pode levar embora?
– E o que é que você quer em troca?
– Eu só quero jogar com vocês…
Os treinos recomeçaram, animadíssimos. O final do campeonato estava chegando e nós precisávamos recuperar o tempo perdido. Carlos Alberto estava outro. Jogava direitinho e não criava caso com ninguém. E, quando nós ganhamos o jogo final do campeonato, todo mundo se abraçou.
A gente gritava:
– Viva o Estrela-d’Alva Futebol Clube!
– Viva!
– Viva o Catapimba!
– Viva!
– Viva o Carlos Alberto!
– Viva!
Então, o Carlos Alberto gritou:
– Ei, pessoal, não me chamem de Carlos Alberto! Podem me chamar de Caloca!

Ruth Rocha

janeiro 4th, 2016

Caridade para Conosco … Emmanuel

10888929_896111367079384_1186979074481884573_n

Não nos esqueçamos de que há também uma caridade que devemos a nós mesmos, a fim de que a caridade que venhamos a praticar, à frente do mundo, não se reduza a mera atitude de superfície.

Caridade que nos eduque no espírito do Senhor, cuja Doutrina de luz abraçamos com o pensamento e com os lábios e que, pouco a pouco, nos cabe esposar com toda a alma e coração.

Para exercê-la é preciso que saibamos:-

- perdoar as falhas alheias sem desculpar-nos;
- cooperar nas boas obras sem aguardar a colaboração do companheiro;
- ajudar aos que nos cercam sem esperar que nos retribuam;
- dar do que temos e detemos sem cobrar o imposto da gratidão;
- iluminar o caminho que nos é próprio, aprendendo a vencer as sombras que ainda se nos adensem ao redor;
- calar para que os outros falem;
- defender os outros, sem procurar defender-nos;
- humilharmo-nos, sem pedir que os outros se humilhem;
- reconhecer nossas falhas e corrigi-las;
- servir sem recompensa, nem mesmo o da compreensão que nos remunera com o salário do reconforto;
- trabalhar incessantemente,sem aguardar aguilhões que nos constranjam ao desempenho dos deveres que nos competem;
- sentir no irmão de experiência necessidades e dores iguais às nossas, para que a vaidade não nos induza à cegueira;
- considerar a bondade constante do Senhor que opera sempre o melhor, em nosso benefício, e cultivar o reconhecimento a Ele, através do sacrifício, em favor daqueles que nos rodeiam.

Aperfeiçoarmo-nos por dentro é ajudar por fora com mais segurança e como salvar significa recuperar com finalidades justas no trabalho comum, assim como oferecemos mão forte à árvore a fim de que ela cresça, frondeje e produza para o bem de todos, salvando-se da inutilidade, também o Senhor nos aprimoremos, transformando-nos em instrumentos vivos de seu Infinito Amor, onde estivermos.

Emmanuel – Livro Atenção Psicografia Chico Xavier

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...